Comunicação orientada para vendas: uma relação indissociável

teamwork concept, business team working together

Consultor de marketing de grandes empresas, Marcos Scaldelai tornou-se presidente da Bombril aos 36 anos. O especialista já foi destaque como um dos 12 jovens executivos de maior sucesso no Brasil pela revista Forbes e também é autor de dois livros: “99,9% não é 100%” e “Vendedor Falcão”. No dia 4 de outubro, contaremos com a presença de Scaldelai na programação do Fórum do Comuninter na rodada de mentorias, com o tema “Comunicação orientada para vendas”.

Mesmo jovem, o especialista carrega consigo ampla bagagem corporativa. Como exemplo, foi responsável durante sua gestão da Bombril por um marcante reposicionamento da marca: a substituição de Carlos Moreno, o conhecido garoto-bombril, por Ivete Sangalo, Monica Iozi e Dani Calabresa, iniciativa do projeto “Mulheres Evoluídas”. Convidamos Scaldelai para compartilhar algumas de suas ideias na entrevista abaixo. Confira!

 

Comuninter - Em alguns casos, a comunicação busca resultados diferentes da venda em si, como projeção de marca, relacionamento com os públicos, entre outros. O que você vê de similaridades e diferenças entre a comunicação e a área comercial?

Scaldelai - Na verdade, não existe área de vendas se a empresa não tiver a comunicação 100% alinhada com o propósito da empresa, tanto na forma de prestar a venda, quanto internamente. É preciso que a comunicação esteja alinhada com a estratégia da empresa. Como você se expressa, como você se vende, como você se relaciona, para tudo isso você tem que saber vender também o propósito da empresa. E para isso a comunicação é essencial.

 

abEm seu livro “99,9% não é 100%”, você defende 4 competências principais para um grande líder: empreendedorismo, senso de urgência, brilho nos olhos e excelência. De que forma a comunicação apoia o desempenho desse profissional?

Não adianta ter uma atitude específica se você não souber vender o seu propósito. Antes mesmo de vender o produto, você deve saber se vender. A comunicação deve estar inerente com a forma de agir do profissional. Não importa a área em que ele atue, pode ser do financeiro da empresa, ele precisa saber vender seu objetivo, quais melhores relatórios para o negócio, onde é mais interessante investir. O profissional deve criar sua própria credibilidade.

 

Estamos em um cenário em que o mercado fica cada vez mais competitivo. Os clientes, por sua vez, estão mais informados e exigentes, o que demanda uma comunicação segmentada e de qualidade. Quais estratégias de vendas ainda fazem diferença nesse contexto?

Para mim o grande diferencial, independente da complicação que a empresa possa passar, é que devemos pensar com rapidez de resultado. Sempre falo que, nesse contexto, é necessário comunicar com relevância. Só assim o consumidor vai enxergar qual a diferença que a empresa faz na vida dele e comprar o produto.

É aquela lição: se você quer chegar aonde a maioria não chega, faça aquilo que a maioria não faz. Na comunicação de nicho ou de massa, é preciso ser relevante e diferenciado.

 

Informações gerais
Marcos Scaldelai participará do Fórum do Comuninter na rodada de mentorias, atividade exclusiva para empresas que adquiriram a Cota Empresa VIP. Para saber mais, acesse aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>